14/02/2018

Objetivos Literários para 2018 + Desafio Goodreads

Objetivos Literários:
Tal como o ano passado, trago 12 livros que quero ler ao longo do ano de 2018. Sei que este post vem com mais de um mês de atraso, mas infelizmente não consegui trazer mais cedo. Sobre os livros, sei que dá um por mês, mas o ano passado não consegui ler todos e por isso alguns estão repetidos nesta lista, afinal são livros que tenho mesmo que ler e por isso estão cá novamente nesta lista. Se vou conseguir eu não sei, mas vou tentar.

1 - Persuasão de Jane Austen. Este livro estava na lista do ano passado e sinceramente não sei porquê é que não o li, eu adorei o primeiro livro da autora e sem dúvida que preciso urgentemente de o ler.

2 - A Quinta dos Animais de George Orwell. Na lista do ano passado (e do anterior) coloquei o 1984 e cheguei a iniciar a leitura, mas não consegui entrar na história, por isso achei melhor alterar o livro do autor para ler este ano e tentar o 1984 uma outra altura.

3 - O Principezinho de Antoine de Saint-Exupéry (releitura). Este foi um livro que li em criança, mas desde que comprei esta edição linda eu sabia que precisava de reler esta história. Este também estava na minha lista do ano passado e deste ano não passa.

4 - Tudo o Que Ficou Por Dizer de Celeste NG. Este é outro livro que estava na lista do ano passado e eu já o comecei, mas não o terminei e deste ano não pode passar.

5 - Uma Chama Entre As Cinzas de Sabaa Tahir. Mais um livro da minha lista do ano passado, eu tenho este livro na minha estante desde que foi lançado cá em Portugal e ainda não foi lido, por ser fantasia e ter lido opiniões negativas eu ainda não peguei nele, mas espero sinceramente que não passe deste ano.

6 - Príncipe Mecânico de Cassandra Clare. Na lista do ano passado estava o Anjo Mecânico que li e este ano coloquei o segundo volume. Este é o único livro desta lista que não o tenho na estante, mas espero adquiri-lo ao longo do ano.

7 - A Última Estrela de Rick Yancey. Na lista do ano passado O Mar Infinito e mesmo eu não tendo gostado eu preciso de terminar esta trilogia, afinal já que tenho o livro na estante vou conhecer qual o final destas personagens.

8 - Anúncio de um Crime de Agatha Christie. Já à algum tempo que não leio esta autora e por isso decidi colocar um livro dela nesta lista, como este é o único livro que tenho na minha estante que ainda não li decidi colocá-lo e espero lê-lo.


9 - Fome de Fogo de Erik Axl Sund. O ano passado li o primeiro livro desta trilogia (que estava na minha lista de objetivos) e por isso coloquei o segundo para este ano. Eu gostei do primeiro, mas achei demasiado previsível e como ia com altas expectativas desiludiu-me, pode ser que este segundo volume seja melhor.

10 - Em Parte Incerta de Gillian Flynn. Nos últimos dois ano, o livro desta autora que estava na minha lista de leituras era o Objetos Cortantes, porque era o único que tinha cá em casa e nunca o li (a vontade era pouca), por isso desisti de o colocar nesta lista, mas eu queria na mesma conhecer a escrita desta autora por isso na feira do livro do ano passado comprei Em Parte Incerta e como adorei o filme pode ser que consiga ler o livro.

11 - A Trança de Inês de Rosa Lobato de Faria. Este é um livro que tenho à imenso tempo na minha estante. Eu li à uns anos um livro sobre D. Pedro e Inês de Castro e fiquei completamente apaixonada por este romance e procurei outros e encontrei este e comprei, mas nunca mais o li. A razão por o colocar nesta lista é que em outubro deste ano vai estrear o filme português baseado neste livro e após ver o trailer ainda fiquei com mais vontade de pegar nele e claro que quero ler o livro para depois ver o filme.

12 - Scarlet de Marissa Meyer. Mais uma fantasia que vem das listas desde à dois anos, este é aquele livro que quero ler apenas porque as capas são fofas e não queria deixar parado na estante, mas não sei, pode ser que ao longo do ano tenha vontade de pegar nele.

E estes são os livros que espero conseguir ler ao longo do ano de 2018. Tenho a certeza absoluta que algum (ou alguns) vão ficar por ler, mas vou tentar ao máximo ler o maior número possível de livros desta lista.

Desafio Goodreads:
Relativamente ao meu desafio do goodreads eu coloquei novamente uma meta de 100 livros, sei que novamente é imenso, mas é um número que eu gosto de ler. Talvez 2018 seja o ano que não consigo alcançar a minha meta, mas não faz mal, pelo contrário, quer dizer que o que eu desejo para a minha vida académica e profissional está a correr bem.

Quais são os vossos planos para este ano em termos de leituras?

07/02/2018

Opinião | "O Senhor das Sombras" de Cassandra Clare

Título: O Senhor das Sombras
Os Artifícios Negros - Livro Dois
Autor: Cassandra Clare
ISBN: 9789896579944
Edição ou reimpressão: 11-2017
Editor: Editorial Planeta
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 235 x 35 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 664

Sinopse: O segundo livro da nova e aguardada trilogia da autora best-seller da série Caçadores de Sombras. Paixão, determinação e muitas criaturas diabólicas.
Emma Carstairs vingou finalmente a morte dos pais, mas o sabor da vingança não é tão doce como imaginara.
Dividida entre o desejo proibido que sente por Julian Blackthorn, o seu parabatai, e a consciência da terrível tragédia que se abaterá sobre eles se esse amor for consumado, Emma simula uma relação amorosa com Mark.
Mark, contudo, passou os últimos cinco anos da sua existência em Faerie… Será que alguma vez vai conseguir esquecer o êxtase da Caçada Selvagem e abraçar de corpo e alma a sua condição de Caçador de Sombras?
Entretanto, em Faerie, as cortes não estão silenciosas. O rei Unseelie conspira o fim de toda a comunidade de Nefelins, e a rainha da Corte Seelie é uma aliada falível da causa dos Caçadores de Sombras.

OPINIÃO:
Quando comecei Lady Midnight (opinião aqui) eu estava cheia com receio de não gostar e quando o terminei e percebi que tinha adorado e que só queria saber mais sobre a história destes personagens eu fiquei novamente com receio quando iniciei a leitura de O Senhor das Sombras porque não sabia se seria tão bom como o primeiro. E posso dizer que sim, este segundo volume não desilude em nada, Cassandra Clare conseguiu desenvolver uma trama super interessante que envolve ainda mais o leitor e só queremos saber como tudo vai terminar.

Em O Senhor das Sombras a autora traz um mistério que tem um paralelo com o livro anterior, mas que necessita de um maior foco dos nossos personagens. A história deste segundo volume é super intensa e cativante, eu fiquei presa do início ao fim e só queria saber o que realmente estava a acontecer e como iria terminar. A maioria do livro temos pequenas histórias que evoluem paralelamente, cada uma tem os seus protagonistas que estão em diversas missões e cada uma é mais emocionante que a outra e no final todas estão interligadas perfeitamente. Nesta continuação podem esperar muita ação, romance e aventuras e acreditem que vão se rir com esta família maravilhosa, mas também chorar muito.

Nos romances notei que a autora focou muito mais no Kieran/Mark/Christina o que achei fabuloso. Eu não sei como é que a autora conseguiu, mas eu até agora não consigo decidir qual mais gosto. Este é daqueles triângulos amorosos que é certo que o Kieran fez porcaria no passado, mas foi também alguém muito importante para o Mark e ajudou-o quando mais ninguém podia e as cenas dos dois são tão bonitas e fortes que fico realmente gosto imenso. Pelo outro lado temos a Christina, que é forte e destemida, mas que ao mesmo tempo quer confiar em alguém. O seu último relacionamento não foi bonito e quando ela está com o Mark vemos a verdadeira Christina. Eu não sei como é que a autora consegue, eu amo estes três personagens e realmente é bastante difícil dizer qual é o casal que mais gosto. Além que a história dos três está tão bem desenvolvida que realmente sofremos com eles. Além disso a autora focou mais neste livro nos irmãos do Julian e do novo integrante, o Kit o que foi bastante bom para conhecermos mais destas personagens super interessantes e claro, descobrimos mais sobre a Diana que eu já desconfiava que ela escondia alguma coisa e a autora foi MESTRE a desenvolver a sua história. A Diana é aquela personagem que foi tão bem desenvolvida (principalmente devido ao mundo a que pertence) que posso dizer que talvez tenha sido a melhor personagem que a autora criou (sim ela é fabulosa).

Este livro não foca apenas dois ou três personagens, mas sim a família em si, por isso o romance da Emma e o Julian foi desenvolvido, mas sem ser o principal, o que gostei bastante. Desta forma a autora conseguiu com que o livro ficasse interessante, mas ao mesmo tempo conseguiu mostrar o suficiente para percebemos o que poderá vir no próximo livro. É certo que como são parabatai, este romance é proibido, mas ao longo da história vamos percebendo melhor o porquê de realmente este amor entre parabatais ser proibido, mas ao mesmo tempo achei que faltou algumas peças e que tudo não está bem contado. Como e conhecido o certo e o errado é bastante relativo e acredito que ainda à muita coisa por vir pela frente. Mas eu gosto, gosto da forma como os dois juntos são tão queridos, mas ao mesmo tempo poderosos. Também é neste livro que conhecemos um pouco mais da verdadeira Emma e o que ela poderá fazer no futuro, a verdade é que esta rapariga é sim poderosa e ainda tem muito a mostrar que acredito que vai ser mostrado no último livro.


Eu também gostei imenso do mistério deste livro porque faz um bom paralelo com o livro anterior e mostra como nem tudo é decisivo neste mundo e que a magia é bastante ampla. Tudo o que eles vão atrás é cativante e se percebermos a história como um todo, todas as ações fizeram sentido, nada aconteceu "por acaso" o que fez com que tenha gostado imenso. Além de que neste livro a autora apresentou-nos com mais pormenores um universo que sabíamos que existia neste fantasia, mas que não sabíamos muito e neste livro ficamos a conhecer muito melhor (para quem não leu não vou dizer o que é) e eu adorei, admito que é bastante aterrador e em certas alturas fiquei com medo pelos personagens, mas foi uma viagem tão alucinante (acho que não há palavra melhor) que foi sem dúvida algo que valorizou, não só esta história, mas também o mundo em si que a Cassandra criou, sendo que foi algo bastante interessante para quem é fã!

Sobre o final do livro eu tenho que admitir que não estava preparada para o que aconteceu e fiquei completamente de rastos e chorei imenso. Só pensava que precisava do próximo urgentemente e infelizmente ainda vai demorar imenso tempo para o poder ler e acreditem que não fiquei bem (para ser sincera ainda não estou bem). Existem livros tão fortes e poderosos que ficam na nossa mente durante meses e ficamos a pensar neles durante imenso tempo, foi isso que aconteceu com O Senhor das Sombras. Ainda hoje sinto a dor dos personagens e principalmente o medo do que a autora vai fazer, eu adorei estas personagens, são tão queridas e apaixonantes que não as queria largar por nada.

A única crítica que tenho a fazer não é ao livro em si, por isso não influenciou na minha opinião geral nem na cotação que dei, que é a tradução do título da edição portuguesa. Então Editorial Planeta, com a edição do primeiro livro tão perfeita e o nome no original, não podiam deixar este com "Lord of Shadows"? Ficava muito mais bonito esteticamente e igual ao primeiro, mas pronto, pelo menos temos o livro traduzido em Portugal que já é muito bom :)

A escrita da Cassandra está num nível fabuloso, já tinha dito isto no anterior, mas realmente a escrita e a narrativa melhoraram imenso e neste mostra o quanto ela pode (e vai, acredito eu) desenvolver neste mundo. Todas as descrições, a forma como a autora desenvolveu o enredo e todos os pequenos pormenores foram bem pensados e principalmente bem desenvolvidos, tornando assim esta história simplesmente fantástica. Como também já é habitual da autora, ela traz temas bastante diversificados o que torna a história ainda mais rica em conteúdo interessante e o que a autora trouxe aqui foi algo que sinceramente não estava nada à espera e que gostei imenso.  Para quem nunca leu nada deste mundo eu não acredito que têm que começar pelo início, mas se têm curiosidade sobre os Caçadores de Sombras então pelo menos comecem por Lady Midnight, esta série está muito boa, claro que vão apanhar alguns spoilers das séries anteriores, mas é melhor do que não conhecerem esta fantasia maravilhosa!

Opinião do livro anterior:

Leitura com o apoio:

31/01/2018

Resumo Literário de 2017

Sei que este post vem super atrasado, deveria ter saído no início do mês, mas quem está (ou esteve) na faculdade sabe o quanto o mês de Janeiro é complicado e ainda por cima estando eu em mestrado, foi impossível trazer este post a tempo e horas. Mas agora está aqui o resumo literário do meu ano de 2017 e tal como o ano passado (podem ver o post aqui) vou fazer três tópicos: números, favoritos e objetivos, mas este ano ainda acrescentei as desilusões do ano.

NÚMEROS:
Tal como eu já imaginava, comparando aos anos anteriores, o ano de 2017 seria muito mais baixo em termos de leituras (em 2016 li 116, em 2015 li 149) por causa da faculdade e do trabalho e realmente foi. Mesmo assim consegui alcançar a minha meta do goodreads que era de 100 livros e li exactamente 100 livros. Em Dezembro vi que ainda faltavam-me alguns para chegar a esta meta e por isso foquei-me em ler livros mais curtos, não acho que foi batota, foi apenas uma maneira de conseguir alcançar este número xD
Só para curiosidade, o mês em que eu li menos livros foi em Junho que li apenas 4 livros e o mês que li mais foi Janeiro que li um total de 13 livros, mas podem ver todos os livros que eu li separados por mês neste post do blogue.
Relativamente aos livros em si, o goodreads diz que eu li 28600 páginas, é sim muitas páginas, mas comparando ao ano passado (que li 36567 páginas) foi bastante inferior, mas não estou triste, sei que li bastante e isso é o importante. A média das classificações que eu dei foi de 4 estrelas certinhas, mas para quem tiver interesse eu não dei nenhuma 1 estrela, dei 2 estrelas a 2 livros, dei 3 estrelas a 23 livros, dei 4 estrelas a 45 livros e dei 5 estrelas a 30 livros. Na imagem abaixo podem ver mais algumas informações retiradas do "My Year in Books" do goodreads, onde podem ver o maior/menor livro que li e mais/menos popular.


FAVORITOS:
Sobre livros favoritos, novamente é bastante complicado dizer quais foram os que eu mais gostei, mas, tal como o ano passado, trago o meu Top 6 que dei 5 estrelas no goodreads, que novamente não está por ordem de preferência, mas sim por ordem de leitura. 

No ano de 2017 li em Fevereiro um livro bastante complicado mas que após entrar na história ele torna-se tão intenso, forte e dramático que eu fiquei completamente rendida, All the Ugly and Wonderful Things não é um livros para todas as pessoas, mas acreditem que vale a pena. Em Abril li Se Eu Fosse Tua que foi uma grande surpresa, eu não estava nada à espera e quando cheguei ao final fiquei completamente apaixonada pela história e pela força desta personagem. Em Junho li o Isto Acaba Aqui da diva Colleen Hoover que deixou-me completamente de rastos com este tema, o livro é chocante e deve ser sim lido por todas as pessoas (mulheres e homens).

Em Agosto li Fighting Silence, toda a série é fabulosa, mas este em específico tocou-me tanto que eu não podia deixar aqui, afinal é um new adult puro super intenso e dramático tal como eu amo. Em Dezembro li o Todos Devemos ser Feministas que não é bem um livro, mas sim uma adaptação de um ensaio pessoal da autora, mas é tão forte e é tão importante que deixou-me sem palavras e claro que tinha que estar nesta lista. Por último, mas não menos importante, também em Dezembro, li Longe do Paraíso, eu podia muito bem colocar aqui os três livros desta série como favoritos, mas apenas coloquei o primeiro para mostrar a minha completa paixão por esta maravilha, eu chorei imenso e ri imenso, mas principalmente tocou-me de uma forma que à muito tempo um romance não fazia, fiquei completamente sem chão após esta leitura que eu fiquei completamente apaixonada.

DESILUSÕES:
Este ano decidi colocar o meu Top 6 de desilusões porque realmente houve alguns livros que eu esperava mais e que fiquei desiludida, não quer dizer que estes livros tenham sido maus, alguns até dei 4 estrelas, mas como estava com altas expectativas não foi tudo aquilo que eu estava à espera. Esta lista também está por ordem de leitura. 

Em Janeiro li Harry Potter e a Criança Amaldiçoada e como fã desta saga eu queria imenso ler esta história, mas desiludiu-me. Não foi por estar escrito em peça, porque isso eu até gostei, mas sim da própria história que fora ter achado bem cliché, destruiu tudo o que eu esperava que realmente fosse (e mais não digo), mesmo tendo desiludido eu dei 4 estrelas porque foi maravilhoso voltar a este mundo. Em Fevereiro li A Court of Thorns and Roses, eu sou super fã de Trono de Vidro e vi tantas pessoas a falarem super bem e estava com as expectativas tão altas que desiludiu-me, dei 4 estrelas porque o mundo é bom, afinal é Sarah J. Maas, mas a personagem principal irritou-me imenso e a história em si achei que podia ter tido um arranjo melhor. Em Abril li O Universo nos Teus Olhos e foi uma autêntica desilusão, eu amei o livro anterior da autora (Fala-me de um dia Perfeito) mas este foi muito mau e apenas lhe dei 3 estrelas.

Em Julho li Um, Dó, Li, Tá que tantas pessoas falam bem e eu queria imenso ter gostado, mas a verdade é que não achei nada de especial, foi uma leitura interessante (dei 4 estrelas), mas devido às expectativas estava à espera de um livro maravilhoso, para verem eu nem irei dar continuidade à série. No final de Julho li O Mar Infinito e o problema aqui é que deveria ter lido este livro logo após ter terminado o anterior, como na altura este ainda não havia cá em Portugal e quando o comprei ficou muitos meses parado na estante, quando comecei a leitura reparei que realmente esta história já não é para mim, mas principalmente achei que não aconteceu nada de especial neste livro e que foi um desperdício, mas ainda irei ler o terceiro porque quero saber como termina esta série, a este livro dei 2,5 estrelas (3 no goodreads). O último livro que está nesta lista de desilusões é o Confissões, este também é outro que eu esperava muito mais, foi um livro bom, o final tem uma grande mensagem, mas demora imenso a desenvolver e no final não é assim nada de especial, dei-lhe 4 estrelas pela mensagem final, mas devido às expectativas desiludiu-me.

OBJETIVOS:
No início de 2017 eu fiz uma lista com os 12 livros que eu queria obrigatoriamente ler durante o ano  (podem ler o post aqui) e dava 1 por mês, mas eu já sei que não sou boa a cumprir TBR e claro que não consegui cumprir tudo. Dos 12 livros apenas li 4, nem metade foi, o que deixa-me bastante triste, mas pronto, não posso fazer nada, afinal de contas aqueles livros estavam naquela lista exatamente porque eu não sabia quando iria pegar neles.

Dos livros da lista dos objetivos literários para 2017, os quatro livros que eu li foram: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, Anjo Mecânico, A Rapariga-Corvo e O Mar Infinito.
Ficou por ler os livros: Persuasão, 1984, Objetos Cortantes, Scarlet, Uma Chama Entre as Cinzas, Tudo o que Ficou Por Dizer, O Adeus a Zoe e a releitura de O Principezinho.

E este foi o meu ano em termos literários! Como foi o vosso?

25/01/2018

Opinião | "Uma Duquesa (Im)Perfeita" de Tessa Dare

Título: Uma Duquesa (Im)Perfeita
Autor: Tessa Dare
ISBN: 9789898869531
Edição ou reimpressão: 10-2017
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 228 x 21 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 304

Sinopse: Spindle Cove é uma pequena vila de jovens solteiras. O sítio perfeito para encontrar uma noiva. Griffin York, o Duque de Halford, não tem qualquer intenção de se casar, mas a sua diabólica mãe obriga-o a escolher uma noiva entre as jovens de Spindle Cove. Griff decide dar uma lição à mãe que acabará de vez com a sua obstinação: a jovem que escolhe para casar é uma criada.
Pauline Simms é uma mera criada, mas tem sonhos mais altos, que não envolvem casar. É, por isso, a escolha perfeita para o duque de Halford.
Sobrecarregada de trabalho e vivendo com dificuldades, Pauline sonha deixar de ser criada e abrir uma biblioteca, o que parece poder tornar-se realidade quando Griff lhe propõe uma pequena fortuna por uma simples missão. Terá de submeter-se ao «treino para duquesa» da mãe e… falhar redondamente. Conseguirão eles manter-se fiéis às suas convicções?
Griff nunca pensou que Pauline, uma mulher tão imperfeita à primeira vista, fosse, afinal, tão corajosa e encantadora. Já Pauline está determinada a ser um completo fracasso perante a sociedade londrina, mas é-lhe difícil ceder aos encantos do duque.
Serão eles capazes de resistir às reviravoltas do destino?

OPINIÃO:
Sabem aquele livro romântico e divertido que lêm de uma vez só e que prende da primeira à última página? Tessa Dare é assim e Uma Duquesa (Im)Perfeita foi sensacional. Esta autora já habituou-me a livros perfeitos, mas a cada novo livro surpreendo-me cada vez mais e Tessa Dare já é uma das autoras que está na minha lista de favoritas e que sem dúvida quero ler tudo o que escrever.

Neste livro conhecemos a Pauline, uma jovem que trabalha em Spindle Cove, mas tem um grande sonho que, ao contrário das outras jovens daquela época, não é casar, mas sim abrir um negócio seu, mais propriamente uma biblioteca. Também nesta história conhecemos o Griff que é um Duque, ele nunca quis casar, mas quando chega a Spindle Cove vê-se numa armadilha da mãe onde ela obriga-o a escolher uma noiva entre as mulheres presentes. E é aqui que os dois personagens se encontram, Pauline trabalha no estabelecimento onde estavam e Griff escolhe-a, afinal a mãe não disse quem deveria ser e acredita plenamente que a ela não vai gostar desta ideia e acabar com esta loucura. Já a Pauline aceita porque vê que é a oportunidade perfeita para ter o dinheiro que tanto precisa para abrir a sua tão sonhada biblioteca.

Eu tenho que dizer já que adorei imenso esta história, verdade seja dita que eu amo esta autora e de todos os que já li, não houve um livro que não tivesse gostado, mas achei que este superou, a autora esmerou-se principalmente na criação destes personagens. Claro que a típica história de empregada pobre que casa com o rico não é nova, mas Tessa Dare desenvolveu algo novo, criativo e além disso super divertido que fez com que esta história fosse mais além.


Eu adoro todos os livros desta autora, mas esta série é especial, não sei explicar ao certo, mas o ambiente desta vila maravilhoso, é super interessante e as mulheres daqui são decididas e muito fortes, o que torna estas histórias bastante cativantes. A história está recheada de diálogos divertidos e inteligentes que deixa o leitor a rir durante bons momentos com os personagens, mas a autora também mostra todas as suas capacidades. Fora que Tessa Dare é mestre nas cenas sensuais, recheadas de muita paixão e desejo, mas sem ser vulgar.

Mais uma vez a autora mostra uma mulher forte e decidida que não precisa obrigatoriamente de um homem. A Pauline, mesmo sendo pobre ela é bastante inteligente mas acima de tudo muito determinada e corajosa e mesmo querendo alcançar os seus objetivos por si mesma aceita este desafio porque sabe que é a maneira mais rápida de ter o que sonha. Quando comecei esta leitura não estava à espera de gostar tanto desta personagem, mas a verdade é que identifiquei-me em certos pontos com ela e emocionei-me imenso ao longo do livro.

O personagem masculino, também ele é maravilhoso. Esta autora tem uma capacidade divinal de criar homens que são tão intrigantes, mas ao mesmo tempo tão diferentes uns dos outros que é uma grande surpresa ao conhecer um novo. O Griff é um homem que esconde algo trágico no seu passado, mas quanto mais o conhecemos, mais o entendemos e compreendemos as suas atitudes e pouco a pouco vai nos cativando.

Tessa Dare escreve maravilhosamente bem, não só cativa desde o início e prende o leitor, como é super agradável e é ideal para quem gosta de romances históricos bastante divertidos e românticos com um toque sensual. Mais uma vez esta autora surpreendeu-me e continua como uma das minhas favoritas, ela sabe construir uma história bem elaborada, com personagens interessantes, mas principalmente sabe criar um enredo bastante sólido com uma pitada de criatividade. Este livro é uma leitura super rápida, divertida e agradável que quando o terminei só queria mais e por isso só posso dizer, se gostam de bons romances e nunca leram Tessa Dare, então têm que dar uma oportunidade, acreditem que não se vão arrepender!

Opinião dos livros anteriores desta série:

Leitura com o apoio: