19/11/2017

Novidades | Marcador

A Marcador está recheada de novidades fantásticas, "oito livros cheios de diversidade e qualidade" que acredito que vão agradar a muitas pessoas, ora vejam:

 
 (para saberem mais sobre os livros clique na respetiva capa)

Novidades:

15/11/2017

[Resultado] Especial 8 Anos | Ganha uma caneca "CHIP" de A Bela e o Monstro

Depois de muito tempo e muitas mensagens finalmente trago o grande vencedor que vai receber uma caneca do Chip de A Bela e o Monstro!


E sem mais demoras, a vencedora é:
106 - Micaela Pinto, de Santa Maria da Feira

Muitos parabéns Micaela, agora basta responderes ao email com a tua morada completa nas próximas 24 horas que o prémio é teu :)

Vencedor escolhido aleatoriamente através do site Random.org

14/11/2017

Opinião | "O Conde" de Katharine Ashe

Título: O Conde
Autor: Katharine Ashe
ISBN: 9789898869425
Edição ou reimpressão: 10-2017
Editor: TopSeller
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 228 x 22 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 336

Sinopse: Emily Vale é uma escritora em ascensão ao abrigo do seu pseudónimo, Lady Justiça. E a sua escrita incendiária está a deixar Colin Gray furioso. Para além de Conde de Egremoor, Colin é também Peregrino, o líder do secreto Clube do Falcão, que se dedica, entre outras atividades, a encontrar pessoas desaparecidas. As exigências constantes de Lady Justiça pelos mais pobres e as suas intromissões na política do reino, pondo em causa tanto a nobreza como o Clube, fazem com que Colin a considere sua némesis.
Está decidido a desmascará-la.
O que Colin não sabe é que por detrás de Lady Justiça está uma amiga de infância, a quem salvou a vida quando eram crianças. Emily, por sua vez, também desconhece o papel de Colin como Peregrino. Quando a sua irmã desaparece, Lady Justiça vê-se obrigada a recorrer ao Clube do Falcão e a Peregrino. Quando se encontram, Emily fica chocada ao descobrir a verdade, mas consegue proteger a sua própria identidade com um véu.
Conseguirá Emily proteger o seu segredo do rapaz que tanto adorava?
Será ela capaz de aceitar a ajuda do homem que ele se tornou, símbolo de tudo o que ela detesta?
E, no meio de tanto conflito, poderá o amor florescer?

OPINIÃO:
Eu fiquei completamente rendida à escrita de Katharine Ashe após ler o livro anterior e por isso esperava este com grandes expectativas e neste segundo livro a autora traz uma trama com uma mulher bastante diferente o que torna esta história bastante especial. Neste segundo livro conhecemos personagens com uma personalidade bastante marcante o que torna a sua história ainda mais interessante. 

Emily Vale escreve com o pseudónimo de Lady Justiça de forma a tentar alterar um pouco a mentalidade dos homens em relação aos direitos das mulheres. Durante anos trocou cartas com o Peregrino, o líder do secreto Clube do Falcão mostrando a sua visão e ele sempre a criticou. Nenhum deles sabia a identidade um do outro, até que a sua irmã desaparece e ela contacta o Peregrino para encontrar a sua irmã, afinal uma das atividades do clube é encontrar pessoas desaparecidas. Colin vai procurar a pessoas desaparecida, mas Emily recebe uma carta e também vai em direção à Escócia e é quando o caminho destes dois voltam-se a encontrar e entram numa aventura que irá mudar por completo a vida dos dois.

O que mais gostei neste livro foi a atitude da Emily e a sua força de alcançar os seus objetivos. Ela é uma jovem que luta contra as injustiças das mulheres deste tempo, claro que para ela alcançar mais pessoas ela esconde-se por detrás do pseudónimo de Lady Justiça, afinal caso ela se identificasse não conseguia alcançar tantas pessoas. Mas a sua força de fazer com que as mulheres tenham mais direitos é bastante notável para este tempo, infelizmente a mulher era obrigada as ordens do pai e mais tarde do marido sem questionar e a Emily não desiste até conseguir alterar um pouco as coisas e conseguir pelo menos fazer a diferença. 

Outro aspeto que eu adorei foi a viagem que, por acidente, a Emily e o Colin tiveram que fazer pela Escócia. Mesmo o Colin não conhecendo a verdadeira identidade da Lady Justiça, ele vai atrás de resposta ao seu pedido, mas claro que a Emily já estava também a caminho, e claro que os dois encontram-se. Infelizmente são confundidos com bandidos e são obrigados a fugir e a refugiarem-se no meio do nada. Esta viagem bastante louca e inusitada foi bastante engraçada e eles encontram pelo caminho com cada imprevisto que era uma junção de drama com divertimento, o que me fez dar longas gargalhadas durante esta leitura.


Já o Colin mostrou ser um personagem bastante interessante, admito que no início não estava a gostar muito dele, mas após compreender a sua história eu simpatizei com ele. Mas também percebi que tudo aquilo tinha apenas um nome e por vezes só queria abaná-lo para que ele admiti-se tudo à Emily. No final eu percebi que ele é um homem bastante honrado e com um grande coração que vale sim conhecer a sua história.

A escrita de Katharine Ashe é maravilhosa, bastante envolvente e descreve as cenas de pressão tão bem que quase fiquei sem ar em algumas partes devido à forma magnífica com que foram contadas. Sem dúvidas que é uma história interessante recheada de aventuras, luta pela sobrevivência e no meio disto ainda temos uma mulher preocupada pela irmã e um romance bastante forte cheio de problemas por resolver do passado. Mas houve um aspeto que não gostei tanto, o livro já tinha tanta informação e mistérios, sendo o problema da verdadeira identidade da Lady Justiça e o mistério da irmã da Emily, que realmente estava à espera de ver apenas estes pontos desenvolvidos, mas a autora ainda colocou um outro que achei bastante desnecessário. Basicamente o Colin e a Emily são confundidos por serem uns bandidos, afinal na Escócio alguém anda a passar-se pelo Colin e até a cometer crimes bastantes violentos. Sinceramente esta parte não é assim tão interessante, mas fora isso todo o livro é envolvente e cativante.

Uma história com uma mulher forte que faz de tudo para mudar o mundo e um homem apaixonado que fez de tudo para ser aceite. É uma história bastante forte e inteligente, com um romance arrebatador ideal para quem gosta de romances históricos.

Opinião do livro anterior:

Leitura com o apoio:

30/10/2017

Novidades | Topseller

Sinopse: Um homem enforcado, uma mulher brutalmente assassinada, um denominador comum.
Após ter descoberto uma verdade perturbadora e violenta sobre o seu passado, Olivia Rönning decide adiar o que poderia ser uma promissora carreira na Polícia. É então que o pai da sua amiga Sandra Sahlmann, um funcionário da alfândega em Estocolmo, aparece enforcado em casa. À primeira vista, tudo aponta para suicídio. Olivia, porém, sente que algo não bate certo. Ela sabe que não se deve envolver, mas o caso torna-se demasiado pessoal.
Em simultâneo, uma mulher é brutalmente assassinada em Marselha, França. Trata-se de Samira Villon, uma ex-artista de circo cega que fazia filmes pornográficos para sobreviver. Sem saber o que o espera, Tom Stilton, um ex-inspetor da Polícia com quem Olivia colaborou no passado, é arrastado para este caso.
Duas mortes aparentemente desligadas entre si juntam novamente Olivia Rönning e Tom Stilton numa investigação de contornos surpreendentes.
Conseguirão eles resolver ambos os casos e impedir que mais pessoas tenham destinos trágicos?

Sinopse: Por vezes, só precisas de um pouco de caos na tua vida.
A Meg é a típica nerd de ciências que sonha mais com as estrelas lá em cima do que com o mundo cá em baixo. Mas está prestes a receber uma missão carregadinha de realidade. A mãe partiu inesperadamente numa das suas viagens loucas e deixou a Meg a tomar conta da irmã bebé.
Esta promoção a adulta da casa, mais rápida do que um foguetão, veio na pior altura possível: o momento em que está a decorrer um concurso cujo prémio é uma visita à sede da NASA. Nada mais, nada menos do que o grande sonho da Meg. Para dificultar ainda mais as coisas, o seu rival, o Ed, também está na corrida.
Pelo meio, ainda há um avô meio louco, galinhas, hamsters, um adorável cão baboso de ar maléfico, uma mãe com muito para aprender, colegas de escola populares e insensíveis, e, obviamente, uma fantástica história de amor entrelaçada no meio de todo o caos.
Dividida entre a responsabilidade de cuidar de um bebé e a vontade de conquistar as estrelas, a Meg vai precisar de um verdadeiro milagre cósmico para não perder o norte.
Mas há quem diga que os milagres acontecem!